Dicas para escolher boa literatura para os pequenos

icas para escolher boa literatura para os pequenos">leitura1

Por: Joyce Trajano



O universo infantil é recheado de possibilidades no quesito literatura. Mas, como fazer uma boa escolha dentre tantas opções? Como saber se o livro escolhido é indicado para a faixa etária da criança? Será que o livro conseguirá despertar o interesse da criança? Será que o conteúdo será bom para ela?

São tantas dúvidas que permeiam a cabeça dos adultos que fica difícil saber qual é a melhor escolha. E, não raro, a escolha acaba não sendo a ideal para os pequenos. Por esta razão, selecionamos algumas dicas de como escolher um bom livro para a meninada.

  • Mergulhe no mundo da literatura infantil: Sempre que for possível, faça um mergulho nos livros infantis. Folheie, leia e observe as ilustrações. Quanto maior for seu repertório, mais fácil será para escolher um bom livro para a criança.

  • Vá além da indicação de faixa etária: As indicações existentes em muitos livros são apenas um norte para facilitar a escolha. Não quer dizer que você deva ficar fechado dentro daquela possibilidade.

  • Observe o interesse: Ao inserir a criança no universo da literatura, observe o que desperta interesse nela. Bebês ficam mais atraídos por livros de plásticos (conhecidos por livros de banho) e pano. Crianças de 1 a 2 anos preferem aqueles que possuem alguma textura (o toque para elas é fundamental nesse período). A partir dos 3 anos, elas ficam fascinadas pelos livros cartonados, com pop-ups e dobraduras. Entre 2 e 4 anos, elas gostam de folhear, por isso procure livros coloridos com pouca escrita e com páginas grossas para facilitar o manuseio. Dos 4 aos 6 anos, é comum a criança ter mais interesse por livros que apresentam figuras mais humanizadas (sol, árvores e flores com olhos e boca, por exemplo). No período dos 7 aos 10 anos, a criança entrou na fase dos super-heróis e vilões; dos príncipes, princesas e, claro, das bruxas. Aposte nesses temas sem medo.

  • Conheça o gosto da criança: Observe os livros pelos quais a criança já se encantou. Quais autores despertaram seu interesse. Que tipo de personagem chamou sua atenção (os aventureiros ou os retraídos, os ditos nerds ou os mais engraçados). Observe aquilo que faz a criança sonhar, quais são suas brincadeiras preferidas, quais emoções são despertadas nela ao ouvir uma história. A criança sempre nos dá dicas daquilo que mais gosta. Fique atento!

  • Explore o livro: Antes de comprar o livro, observe a capa, a contracapa, o resumo da orelha, as imagens. Leia o livro. Mergulhe em suas páginas como um leitor em busca de uma boa história. Se o livro te conquistar, com certeza ele encantará seu filho.

  • Resgate suas memórias: Lembre-se das histórias que você mais gostava. Fale sobre elas com as crianças. Permita que elas conheçam essas obras. Mas, atenção! Nunca imponha a leitura dessas histórias para elas.

  • Referências: Busque informações com outras pessoas sobre livros infantis, como outros pais, professores, livreiros e vendedores. Se puder, também pegue informações com outras crianças – você se surpreenderá com as indicações feitas por elas.

  • Diversidade: Vá além dos contos de fadas. Ofereça outros textos para que a criança tenha acesso à diversidade literária. Indo dos quadrinhos aos clássicos, tudo é permitido no universo infantil.

  • Ilustrações: Observe as ilustrações contidas nos livros. Elas são fundamentais para prender a atenção dos pequenos (principalmente das crianças entre 3 e 6 anos – elas fazem questão de acompanhar a leitura através das ilustrações). Ilustrações com traçados bem feitos e coloridos conquistam o coração de qualquer leitor.

  • Autores: Faça uma pequena pesquisa sobre os autores com maior destaque na literatura infantil. Isso dará maior segurança na hora da compra e, com certeza, diminuirá as chances de erro.

  • Formato: Explore os diversos formatos de livros existentes, pois eles ajudam a despertar a curiosidade dos pequenos.

  • Qualidade do texto: Observe a qualidade dos textos literários. Eles devem sempre ser bem escritos. Cuidado com textos rasos, com pouca significância - a obra pode até ser curta, mas seu conteúdo deve apresentar alguma mensagem válida para a criança, com significado.

  • Contexto da obra: Observe se o enredo da obra tem alguma relação com a realidade da criança, para que ela possa se identificar com os personagens e se envolver com a trama da história.
  • Deixe a criança escolher: Se for possível, deixe que a própria criança faça a escolha do livro e aproveite para observar quais foram os elementos que mais lhe chamaram a atenção. Assim, de uma próxima vez, você poderá escolher o livro sem medo de errar.


Para finalizar:
  • Escolha bem a editora;
  • Observe a qualidade dos desenhos;
  • Dê preferência para as ilustrações artesanais;
  • Procure temas de interesse da criança;
  • Pesquise o conteúdo do livro na internet (faça uma seleção dos mais interessantes).
Vale lembrar que essas são apenas algumas orientações para facilitar a escolha. Não fique tão preso a elas. Arrisque-se e mergulhe fundo no mundo da fantasia com a meninada! Boa leitura!


Comentários: