Desenvolvimento do bebê - 4 à 6 meses


esenvolvimento do bebê - 4 à 6 meses">desenvolvimentobebe-2

Por: Joyce Trajano



Série: De 0 a 12 meses – parte II



Quatro meses


Com quatro meses, o bebê consegue passar mais tempo acordado, embora ainda precise de um cochilinho durante o dia. 

Ele se movimenta mais ativamente, por isso rola e fica de bruços com mais facilidade. Gosta de espernear, pegar nos pés e brincar com os dedos. Está mais interessado pelo mundo exterior. É uma fase de descobertas, e tudo se torna uma grande brincadeira para ele.

Entre o quarto e o quinto mês, o bebê já sustenta a cabeça sem apoio e passa a se esforçar mais para alcançar os objetos que estão distante dele.

A partir de agora, o pequeno consegue interagir através do uso das expressões faciais e passa a observar as "caretas" que os adultos fazem com mais atenção. Motivo de risos e gargalhadas gostosas.

Ele também já emite uma quantidade maior de sons e balbucia consigo mesmo. É o melhor momento para estimular bastante o pequeno com conversas e brincadeiras.

Entender o temperamento da criança ficou mais fácil, pois suas características estão despontando. É possível perceber se ela é um indivíduo que custa a se adaptar ou se está pronta para aceitar mudanças.

Essa é a época ideal para a educação e o início de uma maior integração entre mãe e filho, lembrando que a individualidade da criança deve ser sempre respeitada.

Não se esqueça que já está na hora do bebê receber a nova rodada de vacinas. 


Cinco meses


Com cinco meses, o bebê está bem maior e bem mais forte. Pronto para sentar sozinho, ele adora quando é colocado no cadeirão ou no carrinho, pois assim pode virar a cabeça para os lados.

Nesta fase, a criança apresenta mais habilidade com as mãos e quando pegar um chocalho (ou outro brinquedo que faça barulho) ela vai sacudi-lo com força. Esse é o momento em que tudo o que o bebê pega vai parar na boca, portanto tenha atenção redobrada. Brinquedos com partes pequenas devem ficar afastados do pequeno.

Agora ele emite mais sons e adora imitar aqueles que você faz, além das suas expressões faciais. Isso acontece porque nesta fase a audição e a visão estão mais acuradas. Aproveite para iniciar seu pequeno no mundo da literatura, através de livros de banho bem ilustrados e coloridos. 

Ah! também é neste período que a criança começa a gargalhar diante das coisas que lhe dão prazer. Aproveite!

O pai desenvolve um papel muito importante nesta fase e sua presença se fortalece cada dia mais, já que ele é a pessoa que a mãe aceita e se mostra contente ao ficar com a criança. A função do pai passa a ser a de dividir a atenção da criança, desenvolvendo a individualidade da mesma.

A rotina com horários regulares é fundamental para o desenvolvimento do bebê. Principalmente, porque ele já deve estar dormindo a noite inteira.


Seis meses


Com seis meses, o bebê pesa o dobro do que pesava ao nascer. Além de estar maior e mais forte, ele também está pronto para receber os primeiros alimentos sólidos. 

Os primeiros dentinhos já começaram a nascer e junto com eles surge a dor. O bebê fica mais irritado e tende a chorar com mais frequência. 

Nesta fase, o pequeno se movimenta bastante e já começa a engatinhar, por isso a atenção deve ser redobrada (cuidado com fios e tomadas!). Ele também consegue ficar sentado por mais tempo, embora ainda precise de apoio, como almofadas ou as mãos da mamãe. 

Agora ele usa as mãos com mais habilidade para pegar objetos e já consegue passá-los de uma mão para outra. Momento de atenção redobrada: tudo vai parar na boca com mais facilidade. Objetos pequenos ou perigosos devem ficar longe do alcance da criança.

O melhor e mais gostoso de tudo é que o bebê já balbucia bastante e faz muitos barulhos para chamar a atenção das pessoas – ele adora que elas o notem. Já presta atenção quando chamam seu nome. Adora conversar com as pessoas, embora ainda não pronuncie corretamente as palavras. Ah! agora ele já resmunga para se queixar de algo que não gostou ou que o incomoda.

  Aproveite para dançar com seu pequeno, pois ele adora ouvir música e sacudir o esqueleto! Só tenha atenção com sons altos – isso ainda assusta o pequeno.



Fontes: A Bíblia do Bebê
A Vida do Bebê

Deixe o seu comentário: